Menina de 11 anos cria caneca adaptada para o avô com Parkinson e consegue financiamento coletivo

Pela segunda vez, Lily Born está tentando financiamento através do Kickstarter para produzir um modelo de caneca muito especial.

Pela segunda vez, Lily Born está tentando financiamento através do Kickstarter para produzir um modelo de caneca muito especial: ela tem perninhas que fazem com que a caneca entorne com mais dificuldade. Mas existe um pequeno detalhe nessa história: Lily tem apenas 11 anos e teve a ideia para ajudar seu avô, doente de Parkinson.

De forma totalmente empírica, Lily percebeu que poderia conseguir fazer com que seu avô segurasse com mais firmeza a caneca – ela começou por usar copos e canecas da própria casa, juntando-os com plásticos maleáveis, e assim fez nascer o Kangaroo Cups.
A ideia era tão boa que a menina resolveu tentar um financiamento coletivo para produzir o produto em maior escala e o resultado foi o esperado – ela conseguiu! Exceto por uma coisa: as canecas eram de porcelana, ou seja, um material não muito seguro e recomendado para alguém com Parkinson ou alguma outra dificuldade motora, por conta da facilidade em quebrar.
Mas Lily, mostrando uma maturidade excepcional, não se conteve em saber que o produto não era 100% eficaz. Foi então que, com ajuda de profissionais, ela desenvolveu um modelo feito de plástico, o que torna o produto muito mais eficiente e inquebrável. Além disso, Lily fez as perninhas um pouco maiores, para não precisar de apoio para a caneca e facilitando a tarefa caso elas precisem ser empilhadas, ocupando menos espaço.
Resultado: faltando ainda um mês para finalizar o segundo financiamento no Kickstarter, ela já atingiu (com folga!) o valor estipulado no começo do projeto ($ 25,000), ou seja, todos querem e acreditam no produto.
Você pode acessar o site aqui e, quem sabe, dar uma ajuda para esse projeto ver a luz do dia.
O mais legal é ver que uma jovem estudante, graças ao financiamento coletivo, está conseguindo realizar o sonho de empreender e ajudar muitas pessoas, pois na sua escola ela não recebeu o mesmo apoio quando mostrou a ideia (infelizmente essa é uma realidade em grande parte das escolas no mundo, tudo que foge do escopo ‘normal’ da escola não é tão bem visto pelas instituições).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s