IBM apresentou na Reatech 2014 aplicativo que mapeia a acessibilidade urbana no Brasil

Desenvolvido em parceria com a AACD, app permite que cidadãos registrem problemas nas ruas que limitem o trânsito de pessoas com deficiência

IBM apresentou tecnologia especialmente desenvolvida para realizar um levantamento da acessibilidade das ruas brasileiras durante Reatech 2014 (XIII Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade), de 10 a 13 de abril, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Feito em parceria com a AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, o aplicativo Rota Acessível pode ser baixado gratuitamente na App Store e Play Store.
A solução desenvolvida pelo Laboratório de Pesquisas da IBM Brasil possui georeferenciamento, que permite a localização automática do usuário no momento em que ele usa o aplicativo. De maneira rápida, o cidadão seleciona a área na qual ele pretende cadastrar seu relato: localização, disponibilidade e conservação de vagas especiais, além de condições das calçadas, faixas de pedestres, guia rebaixada, iluminação pública, semáforo de pedestres e presença de sinalizações tátil e visual. Após selecionar o tópico, basta adicionar uma foto para possibilitar a visualização da informação, comprovando os dados incluídos no aplicativo. Todos os usuários terão acesso aos dados inseridos no aplicativo Rota Acessível, podendo acompanhar a evolução e os gráficos gerados pela ferramenta.
Foram utilizadas tecnologias de mobilidade, análise de dados e colaboração para disponibilizar mais inteligência e informação às cidades e à sociedade. Todas estas soluções associadas permitirão um levantamento assertivo e confiável, que estará disponível para a consulta de todos. A iniciativa faz parte do conceito de Cidades Conscientes, que conta com a colaboração da população para tornar as cidades mais inteligentes.
“Desenvolvemos esta tecnologia em parceria com a AACD para viabilizar um levantamento amplo de mapeamento das ruas, para que os brasileiros possam ter acesso a informações assertivas com relação à acessibilidade e sinalização. Com isso pretendemos engajar a população no exercício da cidadania, assim como prover informação às pessoas que necessitam de soluções de acessibilidade, ajudando-as a escolherem os melhores caminhos”, explica Sergio Borger, gerente de Sistemas de Engajamento do Laboratório de Pesquisas da IBM Brasil.
A iniciativa já está disponível para todas as cidades do Brasil, para que todo cidadão possa participar do estudo, colaborando com o mapeamento de todo o território nacional.

Fonte: REDE SACI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s