Laboratório usa robótica no atendimento de pessoas com deficiência em Mogi Mirim

Entre recursos do projeto estão uma poltrona robô e softwares de jogos. Coordenador diz que exames apontaram melhora em pacientes.

A unidade de Mogi Mirim (SP) da Rede de Reabilitação Lucy Montoro iniciou, nesta sexta-feira (14), as atividades de seu primeiro laboratório de robótica da região de Campinas (SP). O espaço oferecerá, de graça, atendimento para deficientes físicos com tecnologia de ponta. Entre os recursos usados estão softwares de jogos virtuais e poltrona robô para estimular os movimentos. O tratamento é indicado para pessoas que tiveram acidente vascular cerebral (AVC), esclerose múltipla e paralisia cerebral. De acordo com o coordenador médico da Rede Lucy Montoro, Eduardo Freire, a ressonância magnética dos pacientes que utilizaram esses laboratórios em São Paulo (SP) mostrou uma melhora depois do tratamento. “A melhora é através de um estímulo de células cerebrais, ou seja, áreas provavelmente lesionadas, são desenvolvidas”, explica. Por meio da interatividade, é possível realizar tarefas de forma personalizada e assistida com retorno contínuo, proporcionando em média 1 mil movimentos a cada sessão. Os equipamentos que vão integrar o novo laboratório foram desenvolvidos pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos.

Fonte: G1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s